domingo, 5 de setembro de 2010

Agente infiltrado

"A paciência é amarga, mas o seu fruto é doce"

Graças à actividade, constante e metódica, do nosso agente infiltrado, conseguimos pôr a nu o efeito da pedrada, que serviu de enredo ao artigo anterior.
Para todos os que pensaram que podia ser uma montagem, aqui ficam as imagens que gostaríamos de ter mostrado no artigo anterior:

E já agora, fica também a imagem de pormenor:

O nosso obrigado, a todo o apoio desinteressado, dado pela gravidade terrestre.

2 comentários:

Anônimo disse...

a este ordinário dono deste blog digo que a justiça peca por tardia mas não falha, sou procurador e quanto menos esperar vais levar um processo crime em cima que nunca mais te levantas!!!

Robin disse...

procurador | adj. | s. m.

adj.
1. Que procura.
s. m.
2. O que trata de negócios de outrem tendo para isso procuração.
3. Mediador, interventor.
4. Administrador.
5. Mandatário.
Procurador da República: magistrado do Ministério Público que funciona junto do Tribunal da Relação.

Um procurador (com p pequeno) a fazer comentários no meu blog, é um motivo de orgulho...
Contudo, olhando para a definição acima, fico mais inclinado para o adjectivo - o que procura - e daí também o p pequeno.
Seria também difícil de explicar o motivo de interesse de um Procurador (aqui com P grande) pelo que se passa no 'Muro' da Vergonha ou no Outro Muro, porque:

1 - Certamente não é uma das muitas famílias carenciadas de Setúbal;
2 - O pai do jovem inconsciente a que nos referimos num artigo anterior trabalha na Casa da Justiça, mas que eu saiba não é Procurador;
3 - Não mora nenhum Procurador nas imediações destas magníficas obras arquitectónicas na Cidade de Setúbal;
4 - Tem uma linguagem mais cuidada, mesmo em situação de grande stress.

Leitura auxiliar recomendada: um artigo publicado na já longínqua data de 7 de Janeiro de 2008 e que continua actual.