sábado, 27 de maio de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 27-05-2017

Imagem do dia


Anedota
Um homem entra num restaurante e pega na ementa, mas quando leva a mão ao bolso para tirar os óculos, repara que se esqueceu deles em casa.
Olha para a mesa ao lado, passa a ementa ao sujeito que lá estava sentado e diz:
- Importa-se de me ler os pratos do dia?
- Desculpe, mas eu também não sei ler.

Carro movido a café

O engenheiro Martin Bacon, da Inglaterra, construiu um carro que dispensa gasolina ou diesel para se locomover, usando, em vez disso, um combustível produzido à base de folhas que são um subproduto da indústria de café. Agora, esse veículo entrou para o Guinness por ter atingido a velocidade recorde de 104 km/h, o que não é nada mau.
Apesar de ser menos poluente, o modelo não é viável por ser mais dispendioso do que os carros movidos a gasolina, além de muito mais pesado.
Porém, apesar de curioso, o projeto não tem muita aplicabilidade comercial. Apelidado de "Bean Machine" e desenvolvido apenas para celebrar importantes feitos comerciais de uma empresa, possui um custo operacional que é de 20 a 25 vezes mais caro do que o de carros que usam gasolina.
Como se não bastasse, o carro criado por Bacon também precisa de uma caldeira movida a carvão para aquecer o combustível a uma temperatura de 700 ºC, o que torna o sistema muito mais pesado. Mesmo assim, não deixa de ser uma ideia interessante. Será que ele também deixa um delicioso aroma de café por onde passa?

As 10 montanhas-russas mais rápidas do mundo
Atualmente, montanhas-russas são inteiras sobre altura e velocidade. Pelo globo todo, os parques disputam para superar uns aos outros a cada ano, com esforço para afirmar diante à fama ter a montanha-russa mais rápida ou a montanha-russa mais alta.
  • Montanha #8 - Dodonpa • 172 km/h
https://1.bp.blogspot.com/-amIqW3qwRrE/WSiqeIA5whI/AAAAAAAAr6k/rqBS2uOANnc93HNTkOGSL_mBi56TIOuAwCLcB/s400/Dodonpa.jpgDodonpa é classificada como de empuxo, e está localizada em Fuji-Q Highland no Japão, atingindo uma velocidade máxima de 107 milhas por hora. Estec fator é também combinado com o lançamento de uma torre de 90 graus.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3471 dias de existência
  • Este é a edição numero 3169 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 26-05-2017

Imagem do dia


Anedota
Certo domingo numa igreja frequentada por muitos agricultores, o padre disse:
- Eu conduzo um rebanho de ovelhas. Levo-as a verdes prados e às águas refrescantes. Vou adiante e elas seguem-me.
Depois perguntou:
- Quem sou eu?
A resposta devia ter sido pastor, mas um rapazinho levantou-se e disse timidamente:

- Acho que deve ser o carneiro...

Reminiscências tribais

Porque é que os homens usam gravata? parece que isso está ligado a costumes tribais. Os homens de algumas tribos costumavam amarrar tiras de pano à volta do pescoço, nas quais penduravam as suas insígnias de poder. Depois de um combate, um homem limpava a faca manchado de sangue ao tecido, deixando vestígios sangrentos e visíveis da sua temível coragem.
Imagine-se a fazer isso com uma faca na mão direita. Descobrirão que as riscas que se formariam nesse tecido não seriam exactamente horizontais, mas inclinadas para o ombro direito.

Isso explica o padrão típico das gravatas às riscas.

As 10 montanhas-russas mais rápidas do mundo
Atualmente, montanhas-russas são inteiras sobre altura e velocidade. Pelo globo todo, os parques disputam para superar uns aos outros a cada ano, com esforço para afirmar diante à fama ter a montanha-russa mais rápida ou a montanha-russa mais alta.
  • Montanha #6 - Superman: Escape from Krypton e Tower of Terror • 160 km/h
A montanha-russa da foto, a Superman no Six Flags Magic Mountain na Califórnia é exactamente igual à Tower of Terror em Dreamworld na Austrália.
Ambas lançam os visitantes a 160 km por hora até uma torre gigante e então elas fazem a descida no sentido inverso, antes de parar novamente na estação.
Em cada viagem, os visitantes chegam aos 160 km por hora duas vezes: uma vez durante o lançamento inicial e de novo durante a descida.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3470 dias de existência
  • Este é a edição numero 3168 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

sábado, 1 de abril de 2017

Amburgaria e Pregaria Tradicional II

Manuel, Ricardo e Cristina, os donos e gerentes da 'Amburgaria e Pregaria Tradicional' em Setúbal, aproveitando o enorme sucesso que adveio da participação deste restaurante no programa "Pesadelo na Cozinha", que estreou no passado dia 12 de Março na TVI, seguiram os conselhos da equipa liderada pelo chef Ljubomir Stanisic, e vão abrir dentro de poucas semanas, um novo espaço no nosso bairro com o nome Amburgaria e Pregaria Tradicional II.
Já era tempo para que o mamarracho que construíram mesmo em frente ao "Muro da Vergonha" tivesse algum tipo de utilidade, já que se encontra mais ao menos ao abandono desde 2010. Até mete dó ver tantos apartamentos fechados (73 fogos) e tanta gente a precisar de um tecto para viver.
Os trabalhos de instalação decorrem a bom ritmo e já começaram a remover os horríveis mosaicos que ornamentam a fachada sul do restaurante que lhe davam aquela cor de muro... Um pequeno descuido na montagem dos andaimes levou a que o vidro de uma das janelas se se partisse, mas o seguro do empreiteiro vai cobrir as despesas.
Para já fica aqui a foto do estado actual das obras tirada à poucos minutos. Logo que haja novidades, regressaremos com notícias fresquinhas.


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Vistas, Sol e IMI


No passado dia 19 de Outubro foi aprovada no parlamento, por todos os partidos menos o PSD, uma proposta do PCP para limitar o aumento anunciado pelo Governo socialista no coeficiente de avaliação do IMI, relacionado com exposição solar e vistas das propriedades. Este coeficiente das vistas e da exposição solar vai manter-se nos 5%, e assim sendo não vai haver qualquer agravamento do imposto para todos os imóveis que tenham um valor patrimonial tributário (VPT) inferior a 250 mil euros, valor este que fica substancialmente abaixo do preço dos apartamentos deste bairro. Este coeficiente foi introduzido no código do IMI em 2003, pelo Governo PSD/CDS liderado na altura por Durão Barroso.
Como as alterações apenas são válidas para as casas novas ou para as antigas que sejam reavaliadas pelas Finanças, alguns moradores da zona vão pedir essa reavaliação. Afinal perderam-se as vistas, o Sol, mas sempre vai dar para amealhar algum nos próximos anos.

Se estes mamarrachos construídos por estas bandas forem demolidos (um deles porque é ilegal na nossa perspectiva e o outro está votado ao mais completo abandono desde 2010 - um autêntico desperdício de 73 fogos e mais de uma dezena de lojas!!!), aí ficamos caladinhos e esperamos que ninguém repare que todos os antigos prédios da zona conseguem voltar a ter uma vista agradável para o Estuário do Sado, Arrábida e Tróia, que os mesmos voltaram a ser valorizados e que um deles voltou a ver o SOL!!!

domingo, 6 de março de 2016

A nossa primeira corrida

Setúbal recebe, este domingo, 6 de março, uma etapa do Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos. A partir das 10h00, o público poderá acompanhar os treinos da corrida que promete ser uma das mais divertidas da Cidade Europeia do Desporto.
A prova, que tem inicio às 14h00, conta com a participação de diversos pilotos e promete envolver todos os espetadores na competição que decorre em pleno centro urbano de Setúbal, na Avenida D. Manuel I, um dos arruamentos com maior e mais acentuado desnível.
Ao longo de um quilómetro, a corrida – que integra quatro categorias de carrinhos de rolamentos: tradicional, alterado, tunning e categoria A –, desafia os participantes a ultrapassar as curvas técnicas e artificiais do percurso, naquela que promete ser uma luta acesa e disputada para conquistar o lugar mais alto do pódio.

O viaduto sobre a a Avenida D.Manuel volta a ser um bom posto de observação, e talvez seja a melhor opção para os espectadores apreciarem esta corrida.
Longe vai o tempo em que este Viaduto era uma espécie de ATL, onde os reformados se entretinham a observar a construção dos alicerces destes dois mamarrachos, um dos quais voltado ao mais completo abandono, resquício de uma gulodice imobiliária desenfreada, nos finais da década passada.

Vamos ter com certeza no meio de tantos espectadores, muitos deles a apreciarem e a questionarem-se sobre o nosso 'cartão de visita' em forma de faixas pretas.

A Google Maps achou por bem impedir a leitura do nossa faixa preta 'O Muro da Vergonha' (vá-se lá saber porquê), mas felizmente ela não consegue impedir que quem por aqui passa, continue a ver a forma que nós encontramos de dizer 'Presente!', enquanto o nosso processo continua pelos tribunais, a passo de caracol.