terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 24-01-2017

Imagem do dia


Anedota
Numa farmácia, um estudante de Publicidade e Marketing fazia perguntas aos clientes, para uma pesquisa de mercado:
- Por favor minha senhora, estou a fazer uma pesquisa sobre o produto 'Desliza Fácil', para determinar os usos da vaselina no lar.
A senhora poderia dizer-me que uso dá à vaselina em casa?
Sem se fazer de rogada, a mulher responde:
- Em casa, usamos a vaselina para a pele seca, queimaduras e quando fazemos amor.
O estudante então pergunta:
- É a primeira vez alguem refere o uso da vaselina para fazer amor, poderia dar mais detalhes?
Mais uma vez, sem se abalar, a mulher responde:
- Eu coloco um pouco de vaselina no puxador da porta do quarto.
- No puxador da porta?!
- Sim, as mãos escorregam e isso impede as crianças de entrarem!

A (verdadeira) historia do capuchinho vermelho

Capuchinho Vermelho caminha pela floresta, para levar os seus docinhos à avó, quando vê uma moita a mexer-se. Sem conseguir conter a sua curiosidade, espia atrás da moita e dá de cara com o Lobo Mau.
- Bom dia, Lobo! Mas que grandes olhos tu tens! - observa ela.
- São para te ver melhor Capuchinho ! - responde o Lobo.
E ela continua o seu passeio. Um pouco mais adiante, vê outra moita a mexer-se. Corre para dar uma espreitadela e novamente encontra o Lobo Mau.
- Olá, Lobo! Mas que grande nariz tu tens! - observa ela.
- São para sentir o teu perfume, Capuchinho! - responde ela.
E ela continua o seu passeio. Alguns minutos depois, vê outra moita a mexer-se. Espia e outra vez dá de cara com o Lobo.
- Uau! Tu de novo! Mas que grandes orelhas tu tens! - observa ela.
- São para melhor te ouvir, Capuchinho - responde ele, irritado.
E ela continua o seu passeio. Duzentos metros depois, vê outra moita a mexer-se. Adivinha quem está lá? O próprio.
- Olá, Lobo! Mas tu estás em todo o lado! - observa ela.
- Isto está difícil, Capuchinho! À meia hora que eu estou a tentar dar uma cagada e tu não me deixas...!

As 10 bebidas mais consumidas no mundo
Ninguém sobrevive sem hidratação, seja pelo refrigerante, cerveja, ou de outra maneira. As pessoas precisam manter-se hidratadas, e assim, se direcionam para bebidas prediletas de acordo com a necessidade.
Seleccionamos as 10 bebidas mais consumidas no mundo, com exceção da água. Pode se dizer que a água é um componente presente em todas as bebidas, mas ela não fará parte desta lista, apesar de a água natural ser o liquido mais consumido do mundo.

  • Bebida #4 - Coca Cola
Líder global na indústria de bebidas, a empresa Coca-Cola oferece centenas de marcas, incluindo refrigerantes, sumos de fruta, bebidas desportivas e outros. A Coca-Cola é um refrigerante gaseificado de cola vendido em lojas, restaurantes, e máquinas de venda automática por todo o planeta. É o refrigerante mais popular do mundo.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3349 dias de existência
  • Este é a edição numero 3047 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 23-01-2017

Imagem do dia


Anedota
Numa operação nocturna a polícia manda parar um condutor e faz-lhe um teste de alcóol.
Quando obtém o resultado o polícia diz-lhe:
- Veja.... Não tem vergonha!??? (Mostrando-lhe o aparelho que marcava 3,45)
E responde o bêbado:
- F***-se!!!! Um quarto prás 4 da manhã!!! A minha mulher vai-me matar!

Criação do homem
Quando Deus criou o homem chamou-o e disse:
- Homem, tenho uma boa e uma má notícia para lhe dar.
- Senhor, dai-me primeiro a boa notícia! - respondeu o homem.
- Quando eu te criei, fiz-te com dois órgãos muito importantes: o cérebro e o pênis.
- Mas então, Senhor, qual é a má notícia?
Deus respondeu:
- O sangue é pouco, por isso funcionará só um de cada vez.

As 10 bebidas mais consumidas no mundo
Ninguém sobrevive sem hidratação, seja pelo refrigerante, cerveja, ou de outra maneira. As pessoas precisam manter-se hidratadas, e assim, se direcionam para bebidas prediletas de acordo com a necessidade.
Seleccionamos as 10 bebidas mais consumidas no mundo, com exceção da água. Pode se dizer que a água é um componente presente em todas as bebidas, mas ela não fará parte desta lista, apesar de a água natural ser o liquido mais consumido do mundo.

  • Bebida #5 - Vinho
O vinho é uma bebida alcoólica feita de uvas fermentadas. O equilíbrio químico natural das uvas deixa-as fermentar sem a adição de açúcares, ácidos, enzimas, água, ou outros nutrientes. Os vinhos aparecem em 2 cores e 2 tipos, vermelho e branco, alcoólico ou não alcoólico. Os vinhos são bastante populares e variam em relação ao preço.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3348 dias de existência
  • Este é a edição numero 3046 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Vistas, Sol e IMI


No passado dia 19 de Outubro foi aprovada no parlamento, por todos os partidos menos o PSD, uma proposta do PCP para limitar o aumento anunciado pelo Governo socialista no coeficiente de avaliação do IMI, relacionado com exposição solar e vistas das propriedades. Este coeficiente das vistas e da exposição solar vai manter-se nos 5%, e assim sendo não vai haver qualquer agravamento do imposto para todos os imóveis que tenham um valor patrimonial tributário (VPT) inferior a 250 mil euros, valor este que fica substancialmente abaixo do preço dos apartamentos deste bairro. Este coeficiente foi introduzido no código do IMI em 2003, pelo Governo PSD/CDS liderado na altura por Durão Barroso.
Como as alterações apenas são válidas para as casas novas ou para as antigas que sejam reavaliadas pelas Finanças, alguns moradores da zona vão pedir essa reavaliação. Afinal perderam-se as vistas, o Sol, mas sempre vai dar para amealhar algum nos próximos anos.

Se estes mamarrachos construídos por estas bandas forem demolidos (um deles porque é ilegal na nossa perspectiva e o outro está votado ao mais completo abandono desde 2010 - um autêntico desperdício de 73 fogos e mais de uma dezena de lojas!!!), aí ficamos caladinhos e esperamos que ninguém repare que todos os antigos prédios da zona conseguem voltar a ter uma vista agradável para o Estuário do Sado, Arrábida e Tróia, que os mesmos voltaram a ser valorizados e que um deles voltou a ver o SOL!!!

domingo, 6 de março de 2016

A nossa primeira corrida

Setúbal recebe, este domingo, 6 de março, uma etapa do Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos. A partir das 10h00, o público poderá acompanhar os treinos da corrida que promete ser uma das mais divertidas da Cidade Europeia do Desporto.
A prova, que tem inicio às 14h00, conta com a participação de diversos pilotos e promete envolver todos os espetadores na competição que decorre em pleno centro urbano de Setúbal, na Avenida D. Manuel I, um dos arruamentos com maior e mais acentuado desnível.
Ao longo de um quilómetro, a corrida – que integra quatro categorias de carrinhos de rolamentos: tradicional, alterado, tunning e categoria A –, desafia os participantes a ultrapassar as curvas técnicas e artificiais do percurso, naquela que promete ser uma luta acesa e disputada para conquistar o lugar mais alto do pódio.

O viaduto sobre a a Avenida D.Manuel volta a ser um bom posto de observação, e talvez seja a melhor opção para os espectadores apreciarem esta corrida.
Longe vai o tempo em que este Viaduto era uma espécie de ATL, onde os reformados se entretinham a observar a construção dos alicerces destes dois mamarrachos, um dos quais voltado ao mais completo abandono, resquício de uma gulodice imobiliária desenfreada, nos finais da década passada.

Vamos ter com certeza no meio de tantos espectadores, muitos deles a apreciarem e a questionarem-se sobre o nosso 'cartão de visita' em forma de faixas pretas.

A Google Maps achou por bem impedir a leitura do nossa faixa preta 'O Muro da Vergonha' (vá-se lá saber porquê), mas felizmente ela não consegue impedir que quem por aqui passa, continue a ver a forma que nós encontramos de dizer 'Presente!', enquanto o nosso processo continua pelos tribunais, a passo de caracol.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Novos Inquilinos


No passado sábado fomos surpreendidos com a chegada de novos inquilinos. Desconhecíamos que ainda houvesse qualquer interesse em morar neste empreendimento construído pela defunta H.Hagen.
Apesar desta parte do mamarracho (Bloco 1) ser a única, que de alguma forma se enquadra com a envolvente, tudo isto será afectado por uma demolição (total ou parcial), se a decisão do Tribunal Administrativo (que se espera para o final deste ano) que julga o nosso recurso, nos der razão e libertar o prédio que lhe é contiguo, da sombra a que foi votado, aquando da construção 'contra-natura' deste mau exemplo de urbanismo.