sexta-feira, 22 de junho de 2018

Suplemento Kultural e Recreativo de 22-06-2018

Imagem do dia


Anedota
Vítima da rotina proporcionada por vinte anos de vida em comum, um casal já ia em semanas de abstinência sexual.
Todas as noites, o marido sentava-se na cama, com um livro apoiado nos joelhos e ficava horas e horas a ler, até que um dia, a esposa não aguentou mais. Comprou uma langerie extremamente sensual, maquilhou-se, perfumou-se e, deitando-se ao lado dele com voz lânguida, sussurrou:
- Meu amor, hoje estou tão molhadinha...
Imediatamente ele esticou o braço em direção ao sexo da mulher e acariciou-a durante alguns segundos para logo em seguida voltar à leitura.
- Então, porque é que você parou? - reclamou a mulher, indignada.
- Parou o quê?
- Parou de me acariciar.
- E quem disse que eu te estava a acariciar? Eu só queria molhar o dedo para virar a página.

O maior cemitério de navios do mundo

Nouadhibou é a segunda maior cidade da Mauritânia e também o centro comercial do país africano.
A cidade ficou conhecida pelo seu porto que, com o passar dos anos, tornou-se o maior cemitério de navios do mundo. Actualmente, nas suas águas é possível avistar mais de trezentos navios que encontraram lá o seu destino final.


10 invulgares formações rochosas
Existem rochas de todas as formas e feitios, e selecionamos uma curiosa colecção das mais raras e famosas formações rochosas do mundo.
  • Formação rochosa #7 - Meltings Shadows • Utah (USA)
A foto mostra outra beleza de Utah, com a sombra da montanha Bridger-Jack sob o Sol da madrugada, e o Vale Lavender Canyon. É mais uma formação de arenito que ganhou forma à 200 milhões de anos devido à sedimentação, quando havia dunas de areia de varias centenas de metros de altura na zona.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3863 dias de existência
  • Este é a edição numero 3561 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Suplemento Kultural e Recreativo de 21-06-2018

Imagem do dia


Anedota
Dois amigos inseparáveis, tinham como rotina, encontrarem-se semanalmente num bar. Naquele dia, durante o encontro, um deles percebeu que o outro estava um pouco estranho.
- Aconteceu alguma coisa? Estás tão distante!
- É... Uma coisa um pouco constrangedora... Não sei bem se quero falar sobre isso!
- Desabafa, homem! - insistiu o amigo.
- Sabes o que é... - respondeu o homem - A minha mulher fugiu ontem com outro homem!
- A sério? - perguntou - Com quem?
- Com o meu melhor amigo!
Nessa altura, o que estava a fazer as perguntas irritou-se:
- Eh pá, eu conheço-te desde miúdo, sempre contamos um com o outro para tudo... O teu melhor amigo sou eu!
O outro esboçou um sorriso e disse:
- Ah, tu eras... Até ontem!

Pinturas na água

Na Turquia, ebru sanati é a tradicional arte da pintura na água que continua popular até aos dias de hoje. A técnica utiliza uma superfície aquosa que produz no papel padrões similares ao mármore e outras pedras.
A pintura é feita na superfície da água ou de alguma solução viscosa, para então, ser transferida cuidadosamente para um material absorvente como papel ou tecido.
Através dos séculos vários processos de marmorização, como o ebru, foram empregados numa infinidade de materiais. Além da beleza, parte do seu apelo, é que cada peça produzida é exclusiva.
Algumas das técnicas de pintura em superfícies líquidas, hoje, são empregadas em cafetarias que se especializaram na Latte Art, que cria figuras nos cafés que são servidos.


10 invulgares formações rochosas
No nosso belo planeta encontram-se muitas coisas curiosas, belas e estranhas. Seleccionamos uma curiosa colecção das formações rochosas mais invulvares por esse mundo fora.
  • Formação rochosa #6 - Ayers Rock • Austrália
A formação de arenito Ayers Rock fica localizada a 470 quilómetros da cidade de Alice Springs, na Austrália, e tem cerca de 348 metros de altura desde o solo arenoso e tem um perímetro de mais de 9,65 quilómetros. É um dos símbolos da Austrália. A Ayers Rock muda a sua cor de vermelho para castanho à medida da deslocação do sol da madrugada até ao crepúsculo. É um lugar de peregrinação dos habitantes nativos. Existem ainda pinturas murais com motivos misteriosos perto desta formação. Segundo os estudiosos, a Ayers Rock formou-se à 500 ou 600 milhões de anos e tem uma superfície muito lisa devido a já ter estado submergida no oceano. Parece um monumento quando se avista ao longe.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3862 dias de existência
  • Este é a edição numero 3560 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.