quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 22-11-2017

Imagem do dia


Anedota
Esta manha pedi à minha filha que me passasse o jornal, ao que ela me respondeu:
"Ó pai estás mesmo velho e desatualizado. Não te adaptas ao mundo de hoje!"
Então ela passou-me o iPhone 7.
Resumindo a história:
A mosca está morta, o iPhone partido e a minha filha a chorar baba e ranho...

Remédio milagroso

  • Indicações: Depressão, preguiça, falta de vergonha, boa vida, pessimismo, criancice, arrogância e insolência.
  • Efeitos colaterais: Queima de calorias, emagrecimento rápido, controle de tensão arterial e libertação de endorfina no cérebro.
  • Posologia: Oito horas por dia, de preferência sob sol quente.
  • Contra-indicações: Não há.
  • Nome popular: ENXADA, e pode ser encontrada em lojas do ramo.
A minha amiga Ângela experimentou e vive uma felicidade plena. Na foto a seguir, podemos vê-la a tomar o seu remédio diário.


Os 11 pesadelos mais comuns e os seus significados
Pesadelo é um sonho perturbador associado com sentimentos desagradáveis, como ansiedade e/ou medo. Os sonhos e os pesadelos acontecem durante o período do sono conhecido como REM, um pouco antes da pessoa acordar.
Os pesadelos são comuns e, quando são ocasionais, não há com o que se preocupar. Contudo, se são frequentes e perturbam a qualidade do sono, é necessário investigar essa situação.
Os pesadelos começam quando a criança tem de três a seis anos e tendem a diminuir depois dos dez anos. Contudo, os adolescentes e os adultos podem ter pesadelos ao longo da vida.

  • Pesadelo #2 - Queda em altura
Todas as pessoas já tiveram um sonho de estar despencando em direção ao chão em velocidade absurda. O facto de estar quase adormecido e então ter a sensação repentina de cair, leva alguns cientistas a acreditar, que pode ser causado por determinados factores, como por exemplo uma queda na pressão arterial, ou pelo movimento do fluido do ouvido interno, que ajuda ao equilibrio. Alguns significados atribuídos a este tipo incluem o medo de perder o controle.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3651 dias de existência
  • Este é a edição numero 3349 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Suplemento Kultural e Recreativo de 21-11-2017

Imagem do dia


Anedota
A jovem entra na esquadra e informa:
- Acabo de ser violada por um atrasado mental.
- Como é que tem a certeza que era mesmo um atrasado mental? - Pergunta o polícia.
- Tenho a certeza absoluta. Tive de lhe ensinar tudo!

Aparar a relva de forma original

Em 2008, um homem sonâmbulo foi, de acordo com a sua esposa, apanhado a aparar a relva nu, às duas da manhã. Rebekah Armstrong acordou com um barulho vindo do jardim. Quando ela se apercebeu que o seu marido Ian não estava nada cama, desceu as escadas para ver o que se passava.
Rebekah encontrou Ian aparando a relva completamente nu. Ela ficou com medo de o acordar porque sempre lhe disseram que era perigoso perturbar alguém durante o sonambulismo. Ela apenas desligou o corta-relva, voltou para a cama e deixou-o continuar o que estava a fazer. Ian, 34 anos, voltou para a cama mais tarde e não acreditou em Rebekah quando, no dia seguinte, ela lhe disse o que ele andou a fazer.

Os 11 pesadelos mais comuns e os seus significados
Pesadelo é um sonho perturbador associado com sentimentos desagradáveis, como ansiedade e/ou medo. Os sonhos e os pesadelos acontecem durante o período do sono conhecido como REM, um pouco antes da pessoa acordar.
Os pesadelos são comuns e, quando são ocasionais, não há com o que se preocupar. Contudo, se são frequentes e perturbam a qualidade do sono, é necessário investigar essa situação.
Os pesadelos começam quando a criança tem de três a seis anos e tendem a diminuir depois dos dez anos. Contudo, os adolescentes e os adultos podem ter pesadelos ao longo da vida.

  • Pesadelo #1 - Sonhar com desastres (naturais ou não)
Acho que todos concordamos que tanto sofrer um acidente real ou sonhar com um é uma experiência terrível. Pesadelos intensos como este geralmente contêm uma carga grande de significados. Desastres dizem bastante sobre o estado mental de uma pessoa. Em geral, este tipo de sonho representa que você, interiormente, não consegue lidar com certas situações porque talvez já se sinta oprimido ou derrotado perante àquilo, como se não tivesse condições de sobreviver ou superá-la.
Continua...


Para quem nos visita pela 1ª vez, ou para os mais distraídos, este blogue foi criado em 25 de Novembro de 2007, para ser um veículo de protesto e denuncia conta uns mamarrachos que alguém achou por bem construir na Fonte do Lavra, um pacato bairro de da Cidade de Setúbal.
Como infelizmente a Justiça não é suficientemente célere, e como corríamos o risco de por falta de noticias/novidades cair no esquecimento, criamos este espaço lúdico diário que, desde 22 de Setembro de 2008, mantém acesa a nossa chama da revolta.
Depois de uma Providencia Cautelar de sucesso relativo, aguardamos pacientemente desde Maio de 2013, pelo recurso da sentença da nossa acção principal contra a Câmara Municipal de Setúbal pelo seu licenciamento da obra (que nós contestamos), contra a Sociedade de Construções H.Hagen (construtora do imóvel) e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (dono do terreno).
Algumas estatísticas relevantes:

  • Este blogue tem 3650 dias de existência
  • Este é a edição numero 3348 do Suplemento Kultural
  • Maior sucesso (inesperado) deste blogue - Mapa do tesouro - com mais de 26000 visualizações desde Maio de 2008.
Segundo a Infopédia, Suplemento pode ter os seguintes significados:
  1. o que se dá a mais; complemento
  2. aditamento, acréscimo; aquilo que se acrescenta a um todo
  3. caderno, geralmente ilustrado, que completa determinados números de um de um jornal; anexo
Quando recorremos a este estratagema, o Suplemento Kultural, era parte integrante do nosso jornal Fonte do Lavra e para a sua publicação arranjamos um editor. Esse jornal certamente originou as mais hilariantes e estranhas formas de ver as noticias do dia, do país e do mundo o que muito contribuiu para termos sido postos no olho da rua pelo referido editor, que conseguiu suportar a nossa presença durante cerca de 32 meses.
Acabou assim o referido jornal, no passado dia 31 de Maio de 2011. Contudo, não vamos mudar o nome deste espaço por esse facto, pois podemos sempre utilizar a definição 1 ou 2, e o nome continua a fazer sentido. Se também quiserem continuar a saber pelo nosso blogue, o que se passa no país e no mundo, deixamos aqui as opções que estavam disponíveis no Jornal Digital (que pode ser visto mais abaixo na barra lateral) aquando do fecho deste Suplemento, que eram as seguintes:
  • Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  • Utentes do SNS vão poder escolher o hospital
  • António Costa anuncia actualizações das pensões, complemento solidário e RSI
  • UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  • Casal que matou bebé com água a ferver condenado a 18 e 25 anos
  • Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  • Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  • EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  • Futebol: União da Madeira empata Benfica
  • Quatro detidos por suspeitas de fraude à Segurança Social
Não querendo com a proliferação da publicação de Suplementos Kulturais, relevar para 2º plano a razão da nossa existência, só será visível a ultima edição deste espaço lúdico, que a pedido de alguns visitantes habituais, passará a ser publicado de forma automática, todos os dias às 00:00:00.
Para visualizar Suplementos anteriores, existe um espaço próprio para o efeito, com um vasto arquivo em formato PDF.
Apresentamos a seguir, o link directo para o Suplementos de Janeiro de 2016, que foram os últimos a ser arquivados. Basta clicar na imagem para ser redireccionado para o artigo correspondente.


01-01-201602-01-201603-01-201604-01-201605-01-2016
06-01-201607-01-201608-01-201609-01-201610-01-2016
11-01-201612-01-201613-01-201614-01-201615-01-2016
16-01-201617-01-201618-01-201619-01-201620-01-2016
Se estiver interessado em saber mais sobre as origens, enredo e propósitos deste Suplemento Kultural pode então visitar os seguintes links: Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV.
Duas notas finais: todo este texto será mais ou menos repetitivo ao longo dos dias (com excepção obviamente das notícias que serão actualizadas regularmente) e não será visível nos arquivos em PDF.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

10 Anos

10 Anos é muito tempo
Muitos dias, muitas horas a cantar
10 Anos é muito tempo
Deste tempo inteiro que eu vos quero dar

Este é o refrão da letra de uma música de Paulo de Carvalho, que poderíamos adaptar para o nosso triste caso de um licenciamento de Câmara Municipal de Setúbal, considerado por nós ilegal e portanto passível de levar à demolição total ou parcial desta aberração urbanística numa das entradas/saídas da Cidade de Setúbal, a Avenida D.Manuel I.
No já longínquo dia 3 de Outubro de 2007, dia de Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Setúbal, ficamos a saber que a nossa querida e reeleita Presidente Maria das Dores Meira ia passar neste local no âmbito de um estudo elaborado por um munícipe sobre coisas menos boas na sinalização do trânsito em várias artérias da Cidade.
Esperamos o tempo suficiente (até às 17:45) e acabamos por abandonar o local, não fosse ter havido alguma alteração de última hora que levasse à mudança de percurso ou agenda, já que a hora da sessão pública estava marcada para as 18:00.
Tínhamos feito o trabalho de casa: tínhamos consultado o projecto deste mamarracho na divisão de Urbanismo, estávamos atentos às movimentações no terreno, tínhamos pedido uma audiência a 3 de Julho ao Vereador do Urbanismo André Martins (reunião teve lugar em finais de Janeiro de 2008 já no decorrer da nossa 2ª Providência Cautelar) e queríamos saber o que realmente ia acontecer neste local, que sempre tinha sido referenciado como um local onde seria construído um parque infantil.
Inscritos para falar na sessão ordinária, relativamente ao assunto já referido, ficamos a saber o que pensava a nossa querida Presidente Maria das Dores (que afinal tinha passado por lá depois de nós termos abandonado o local) e que ficou registado na acta desta sessão pública:

"(...) era algo estranho, que pudessem vir a ser construídos lotes no local (...)"

Foi o que também sempre achamos: ESTRANHO!!!
Aguardamos sinceramente que na decisão judicial do nosso processo o(s) Sr(s) Juiz(es) tambem achem o mesmo e mandem demolir o "Muro da Vergonha".
Olhando para trás e para as explicações oficiais que os serviços da Câmara Municipal de Setúbal (e que pode ser lido na integra aqui) deram às nossas dúvidas/questões, e para uma foto de 01/02/2009 deste mamarracho em fase de construção, apercebemo-nos da incompetência dos referidos serviços, que se calhar nem olharam para o projecto (com 13 volumes, que nós consultamos por várias vezes), que viria a ser aprovado a 26/12/2007

(...) que o edifício a construir no alinhamento da banda já edificada sobre a Av. D. Manuel I só terá 6 pisos, dos quais 5 para habitação e um para estacionamento e comércio, acrescendo que, dado o acentuado declive da avenida, a cota da sua cobertura será inferior à que se verifica no prédio imediatamente a norte. (...)

Se não fosse um documento oficial, ainda poderia ser considerado uma anedota!

sábado, 1 de abril de 2017

Amburgaria e Pregaria Tradicional II

Manuel, Ricardo e Cristina, os donos e gerentes da 'Amburgaria e Pregaria Tradicional' em Setúbal, aproveitando o enorme sucesso que adveio da participação deste restaurante no programa "Pesadelo na Cozinha", que estreou no passado dia 12 de Março na TVI, seguiram os conselhos da equipa liderada pelo chef Ljubomir Stanisic, e vão abrir dentro de poucas semanas, um novo espaço no nosso bairro com o nome Amburgaria e Pregaria Tradicional II.
Já era tempo para que o mamarracho que construíram mesmo em frente ao "Muro da Vergonha" tivesse algum tipo de utilidade, já que se encontra mais ao menos ao abandono desde 2010. Até mete dó ver tantos apartamentos fechados (73 fogos) e tanta gente a precisar de um tecto para viver.
Os trabalhos de instalação decorrem a bom ritmo e já começaram a remover os horríveis mosaicos que ornamentam a fachada sul do restaurante que lhe davam aquela cor de muro... Um pequeno descuido na montagem dos andaimes levou a que o vidro de uma das janelas se se partisse, mas o seguro do empreiteiro vai cobrir as despesas.
Para já fica aqui a foto do estado actual das obras tirada à poucos minutos. Logo que haja novidades, regressaremos com notícias fresquinhas.


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Vistas, Sol e IMI


No passado dia 19 de Outubro foi aprovada no parlamento, por todos os partidos menos o PSD, uma proposta do PCP para limitar o aumento anunciado pelo Governo socialista no coeficiente de avaliação do IMI, relacionado com exposição solar e vistas das propriedades. Este coeficiente das vistas e da exposição solar vai manter-se nos 5%, e assim sendo não vai haver qualquer agravamento do imposto para todos os imóveis que tenham um valor patrimonial tributário (VPT) inferior a 250 mil euros, valor este que fica substancialmente abaixo do preço dos apartamentos deste bairro. Este coeficiente foi introduzido no código do IMI em 2003, pelo Governo PSD/CDS liderado na altura por Durão Barroso.
Como as alterações apenas são válidas para as casas novas ou para as antigas que sejam reavaliadas pelas Finanças, alguns moradores da zona vão pedir essa reavaliação. Afinal perderam-se as vistas, o Sol, mas sempre vai dar para amealhar algum nos próximos anos.

Se estes mamarrachos construídos por estas bandas forem demolidos (um deles porque é ilegal na nossa perspectiva e o outro está votado ao mais completo abandono desde 2010 - um autêntico desperdício de 73 fogos e mais de uma dezena de lojas!!!), aí ficamos caladinhos e esperamos que ninguém repare que todos os antigos prédios da zona conseguem voltar a ter uma vista agradável para o Estuário do Sado, Arrábida e Tróia, que os mesmos voltaram a ser valorizados e que um deles voltou a ver o SOL!!!