sexta-feira, 25 de abril de 2008

Solídários

Quando visitei em Fevereiro outra construção com as mesmas características do "Muro" da Vergonha (habitação a custos controlados e construção desajustada para o local) também envolvendo a Sociedade de Construção H.Hagen

teci alguns comentários mas poderia estar a ser exagerado. Passados dois meses e meio acho que estava correcto nas minhas suspeitas e aqui ficam as provas:

Se pelos nossos lados, continuar a ser construido alegremente o "Muro" da Vergonha, tambem daqui a poucos meses os mais criticos, irão dizer que realmente é uma vergonha o que deixaram construir neste local.Relembro que a Sra. Presidente Maria das Dores Meira referiu numa primeira abordagem do assunto "que era algo estranho, que pudessem vir a ser construídos lotes no local ..."Assim, somos solidários com os moradores daquela zona de São Domingos de Rana, que de repente ficaram rodeados de um "mau" betão que tornou uma zona em que parecia ser agradável viver, numa zona de onde apetece fugir ...

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá. Sinceramente, não me apetece estar a ler etse blogue todo desde iníco pelo que perguntava de forma curiosa quais são os motivos das vossas queixas da determinada construção, para além da parte estética?
Desculpem o incómodo.
Obrigado

Fonte do Lavra disse...

Re - Se exluirmos que:
1)As distâncias ao prédio que faz fronteira com a obra, serem no nosso entender, pequenas para a diferença de pisos entre as duas construções, valendo-se a nova construção de "buracos" na lei;
2)Que o acesso a uma garagem existente fica comprometido;
3)Que todo o processo foi envolvido por um secretismo que ainda não foi completamente explicado;
4)Que existem duvidas reais (e por isso está a correr um processo em tribunal para impugnar o licenciamento do projecto) sobre a legalidade de todo o processo.

e que só atinge os moradores mais proximos da obra em curso, sobra aquilo que deveria preocupar todos os cidadãos: não deixar que as cidades (neste caso Setúbal) fiquem completamente descaracterizadas com o aparecimento por todo o lado de autenticos "abortos" urbanisticos.
Já está pronto, mas só irá ser publicado durante a tarde de hoje, domingo, um artigo mais detalhado sobre este problema - "Andamos a ser enganados ..." - do qual deixo aqui uma imagem actual de Setúbal que já está disponível na internet:
http://bp1.blogger.com/_58DBhcswP-E/SBNGpVGHjBI/AAAAAAAAABk/xAswUNZNKbA/s1600-h/Urbanismo+XXI.JPG
Se ainda acha que a parte estética é uma coisa menor, não sei mais o que lhe posso dizer.